Setores IFES/IEES/IMES- Adufes reforça sua posição contrária ao ensino remoto emergencial na Ufes


Relatório da reunião conjunta traz, das páginas 39 a 42, algumas ações do sindicato e a luta para assegurar o comprometimento com a qualidade acadêmica. Confira o relatório na íntegra

A Adufes, representada pela presidenta da entidade, Ana Carolina Galvão, marcou presença na reunião conjunta online dos setores das Instituições Estaduais e Municipais de Ensino (IEES/IMES) e das Federais (IFES), realizada no dia 2 de julho. Durante a atividade, a professora destacou que a Ufes está tentando implantar o ensino remoto em substituição às aulas presenciais, mesmo sem garantir a participação ampla e efetiva da comunidade acadêmica nos processos decisórios.

“Em resposta à pressa com que o tema tem sido tratado, as entidades representativas dos 3 segmentos da universidade – Adufes, Sintufes e DCE –  fizeram uma reinvindicação pública ao reitor Paulo Vargas, reiterando a necessidade de genuíno debate sobre a universidade que queremos em tempo de pandemia”, disse Ana Carolina. 

Em sua intervenção na reunião, ela lembrou que, apesar de toda mobilização da Adufes, o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) decidiu pela manutenção do calendário acadêmico e, a partir de então, a reitoria passou a pressionar pela retomada das atividades de ensino por meio digital.  

Cartilha Ensino Remoto. Durante a reunião conjunta do ANDES-SN, a presidenta da Adufes também destacou a valiosa contribuição dos Grupos de Trabalho (GTs) da entidade nas discussões, em especial do GTPE (Política Educacional). As/os integrantes produziram a cartilha “A Ufes e o ensino remoto em tempos de pandemia”. O material, informou Ana, analisa as implicações da modalidade e propõe encaminhamentos para priorizar a construção coletiva dos planos de Biossegurança e Contingência. A cartilha e ofício solicitando o envio do material para todos os centros foram entregues à reitoria. Até hoje a publicação não chegou às unidades e o ofício sequer foi respondido.

Assembleia e Plenárias virtuais. Além do ensino remoto emergencial e Trabalho Remoto, a reunião dos Setores do Andes-SN teve como pautas Informes Nacionais, Conjuntura, Lei nº 14.010/2020, que institui Regime Jurídico Emergencial e transitório das relações jurídicas de Direito Privado no período da pandemia da Covid19; Assembleias online, entre outros assuntos.  Vários encaminhamentos foram definidos no encontro. Um deles é o de que as seções sindicais fortaleçam o diálogo com as bases através de lives, assembleias e/ou plenárias virtuais, o que a Adufes já vem fazendo.

A professora Ana informou que a Adufes se preparou tecnológica e juridicamente para realizar sua 1ª assembleia virtual nesta terça-feira,14, tendo como ponto central de pauta a eleição de delegada/o e observadoras/es ao 8° Conad Extraordinário do ANDES-SN.

Fonte: Adufes 

ANDES